Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

O estilo inusitado de Jacquemus em suas coleções

O francês Simon Porte Jacquemus é um dos estilistas de essência inusitada, apaixonado pela moda francesa que explora através da sua marca Jacquemus o “lifestyle” do sul da França com um espírito surreal, liberto e de criança.
Jacquemus

Jacquemus by Adriana Drapala – Blog Writer

Arrematado como uma criança - Jacquemus

Assistir a um de seus desfiles é ficar como uma criança curiosa e ávida na plateia sem conseguir imaginar o que irá acontecer, a única certeza de que se tem, é que você será arrematado primeiro por um “storytelling” muito bem dirigido que ao discorrer do desfile se mesclará a mais uma deslumbrante coleção.

Direção de arte impecável

Dentre tantos momentos surpreendentes podemos citar rapidamente alguns desses shows de Jacquemus — onde os convidados ao adentrarem para o desfile vestiam jalecos brancos de hospital para não se dispersarem com o “look” um do outro, ou com um “grand final” como no verão de 2016, agradecendo a plateia caminhando descalço ao lado de um belo cavalo branco.

O melhor caminho é aquele que te leva até a felicidade - Jacquemus

Não é difícil de entender a razão de Simon escolher Valensole próximo de sua casa de infância ao sul da França para comemorar os 10 anos de sua marca em 2020.


Os modelos desfilaram em meio a um campo repleto de lavandas, já que para Simon o melhor lugar para se estar é aquele que o leve até a felicidade, e convenhamos, quem não se rende a espontâneos “sorrisos de Duchenne” ao lembrar-se do lugar onde passou sua infância, e é exatamente assim que você se sentiria nesse desfile, feliz.


A coleção recebeu o nome de “Le Coup de Soleil” — a explosão do sol em meio às lavandas não foi apenas para comemorar seus 10 anos de sucesso profissional, mas também, homenagear aos artistas Christo e Jeanne-Claude e os grandes pintores como Hockney, Paul Cézanne e Jean Lurçat, por sinal, serviram de inspiração para a coleção onde a similaridade da passarela com um dos quadros de Hockney intitulado de “The Arrival of Spring in Woldgate” de 2011, é muito perceptível e difícil de não comparar.


Os desfiles de Jacquemus atraem e sequestram celebridades como Rihanna, Beyoncé, Miley Cyrus, Selena Gomes, Kendall Jenner, Kim Kardashian etc

O L'Amour — mais Jacquemus nunca é demais

E quando você acha que desfilar em um mar infinito de lavandas basta, Simon Porte Jacquemus nos instiga novamente pelo desejo de liberdade em um céu de poucas nuvens, porém 600 metros de passarela nada tradicional em um campo de trigo de Val d’Oise em Paris, onde apresentou sua nova coleção primavera verão em seu Spring 2021 para falar de um dos sentimentos mais raros e nobres, o L’Amour.

O amor esteve presente na equipe durante todo o confinamento mantendo-se unida digitalmente no resgate de peças da sua avó; no amor pela cerâmica e por um poema de Miró.

A coleção apresentada traz à tona nossos mundos interiores, interpretando os humildes tecidos e objetos com os quais convivemos que têm seus próprios poemas — finaliza Simon sobre a coleção L’Amour.

Jacquemus

para você

Seleção feita pelo nosso concierge especialmente para você

Deixe um comentário

Posts relacionados

Cottagecore com caderno de receitas personalizado e cogumelos e flores
Arte
Adriana Drapala

Cottagecore: estilo, paixão e tendência décor

O desejo de fugirmos para uma paisagem rural onírica existe há muito tempo, os primeiros escritos atribuídos a esse estilo de escapismo são de Teócrito no século III a.C, em cada época demos a esse desejo de fuga diferentes nomes ‘Grandmacore’, ‘Goblincore’, ‘Fairycore’, ‘Farmcore’, ‘Bloomcore’ etc.

Leia mais »
Cabinet de Curiosites
Decor
Adriana Drapala

O legado dos Cabinets de Curiosités

Os cabinets de curiosités refletiam em toda a Europa a percepção do homem em relação ao mundo à sua volta nos séculos XVI e XVII, e o seu desejo em englobar todo o universo em um microcosmo particular.

Leia mais »
Arte
Adriana Drapala

O que escrever em um cartão comemorativo

Quem nunca deu aquele sorriso largo, se sentido especial, ao ser surpreendido com o carinho de um cartão? O cartão comemorativo surgiu por acaso, em um momento de total falta de tempo do pintor ilustrador e designer inglês John Calcott Horsley do século XIX, que era muito conhecido e requisitado pelas celebridades britânicas na época

Leia mais »