Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

A diva do design italiano e da elite internacional

Suas criações de móveis, joias e esculturas somam um portfólio de mais de duas mil peças profundamente pessoais, de edição limitada e as poucas peças originais existentes, são disputadas em leilões.

Gabriella Crespi by Adriana Drapala – Blog Writer

Olhar Artístico e Precisão Técnica

Com a herança genética de uma designer de joias da alta costura e de um engenheiro mecânico, Gabriella Crespi, designer, arquiteta, artista e criadora — herdaria espontaneamente a união do olhar artístico com a precisão técnica de seus pais, lapidados mais tarde na faculdade de arquitetura de Milão e pelos conceitos de Le Corbusier e Frank Lloyd Wright, essenciais na definição de seu estilo sofisticado e peculiar pelo belo e o funcional.

Criações que conquistam a elite internacional

Suas criações são atemporais e conquistam gostos luxuosamente modernos da sociedade internacional, a maioria de suas obras são e foram pertencentes de notáveis como Rei Faisal, o Xá Reza Pahlavi, Grace Kelly, Audrey Hepburn, Stella McCartney, e considerada referência do melhor design italiano pelas revistas e entusiastas do design contemporâneo. 

Uma habilidade extraordinária em confeccionar peças adicionando mudanças em sua função, ultramodernas e multifuncionais com espaço, volume e movimento finamente mecanizados, enlouquecendo apreciadores como a proprietária da Tiffany & Co e Dior por quase vinte anos. 

Os materiais que definiam o seu estilo eram latão e bronze, vidro e lucite, materiais preciosos, e o combustível que alimentava toda a sua inspiração era a força cósmica da natureza de todo o universo.

Quando a personalidade transcende a marca - Gabriella Crespi

E você acha que acaba por aqui, claro que não, uma mulher a frente ao seu tempo, com a máxima de amar e desvendar o cosmo — ao aposentar-se em seus plenos 65 anos, faz do Himalaia seu refúgio espiritual por vinte anos resultando em um livro de sua autoria “Quest for Infinito Himalaya”, contando toda a sua experiência espiritual

Plena e atemporal - Gabriella Crespi

Crespi viveu plenamente até seus 95 anos, era uma mulher que não podia ser parada, segundo sua filha Elisabetta em entrevista à revista Vogue (2018) — com uma presença magnética, grande carisma e abençoada com um corpo forte e bonito; mesmo aos 85, ela estava chamando a atenção na praia!

Referências para esta matéria

para você

Seleção feita pelo nosso concierge especialmente para você

Deixe um comentário

Posts relacionados

Cottagecore com caderno de receitas personalizado e cogumelos e flores
Arte
Adriana Drapala

Cottagecore: estilo, paixão e tendência décor

O desejo de fugirmos para uma paisagem rural onírica existe há muito tempo, os primeiros escritos atribuídos a esse estilo de escapismo são de Teócrito no século III a.C, em cada época demos a esse desejo de fuga diferentes nomes ‘Grandmacore’, ‘Goblincore’, ‘Fairycore’, ‘Farmcore’, ‘Bloomcore’ etc.

Leia mais »
Cabinet de Curiosites
Decor
Adriana Drapala

O legado dos Cabinets de Curiosités

Os cabinets de curiosités refletiam em toda a Europa a percepção do homem em relação ao mundo à sua volta nos séculos XVI e XVII, e o seu desejo em englobar todo o universo em um microcosmo particular.

Leia mais »
Arte
Adriana Drapala

O que escrever em um cartão comemorativo

Quem nunca deu aquele sorriso largo, se sentido especial, ao ser surpreendido com o carinho de um cartão? O cartão comemorativo surgiu por acaso, em um momento de total falta de tempo do pintor ilustrador e designer inglês John Calcott Horsley do século XIX, que era muito conhecido e requisitado pelas celebridades britânicas na época

Leia mais »